Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Criação de Blogs Profissionais e Redes Sociais.

Dicas Bruna Farias

O que é ponto eletrônico e como funciona? – Entenda melhor!

O que é ponto eletrônico e como funciona? Por que o ponto eletrônico é tão importante nos dias atuais? Como podemos adquiri-lo para nossa empresa e quais são as vantagens de possuir um? Quais são os meios de autenticação que um funcionário pode utilizar em um ponto eletrônico? Vale a pena ter um?

O horário a cumprir sempre foi motivo de muito debate dentro das empresas, sendo até motivo para aderir a softwares de RH como o HCM. Funcionários atrasados ou que saem mais cedo, pelo menos até o ano de 1989, quando surgiu o ponto eletrônico, acabam por dar prejuízo às empresas, muitas vezes sem os devidos descontos em seus salários.

O mesmo acontece quando o inverso é presente. Muitos gestores se aproveitam da situação de não terem um ponto eletrônico em sua empresa, e, assim, fazem seus funcionários trabalhar um pouco mais, mas quando o dia do pagamento chega, os colaboradores acabam recebendo o mesmo do salário comum.

Tantos as horas extras, como o banco de horas ou então horas faltantes podem ser organizadas com o auxílio de um ponto eletrônico, por isso esse dispositivo é tão importante no meio empresarial. Vai do setor de Recursos Humanos, o famoso RH, decidir qual modelo mais combina com as necessidades da empresa em questão.

Neste conteúdo, falaremos um pouco mais sobre o que é ponto eletrônico e como funciona, o que a Lei da CLT diz sobre o mesmo, quais são os benefícios de utilizá-lo em prol da empresa e da gestão, entre outros detalhes. Acompanhe-nos nessa leitura e saiba mais, vamos lá!

O que é ponto eletrônico?

E o que exatamente é o ponto eletrônico? O ponto eletrônico é um dispositivo que registra os horários de entradas e saídas dos funcionários, geralmente usados por meio de leitura de cartão. Também existem outros tipos de registros, como mencionaremos ao decorrer do conteúdo. Além disso, é importante lembrar de que a cada saída do funcionário, o ponto deve ser “batido”.

O que isso quer dizer? Bem, assim que o funcionário chegar para seu expediente, por exemplo, às 08hs da manhã, ele deve bater o seu ponto. Logo após, no horário do almoço, ao meio dia, ele também deve bater o ponto. Na volta ao trabalho, às 14hs, o ponto deve ser batido e, por fim, novamente batido em sua saída, às 18hs. Esse foi um exemplo de ponto batido em uma jornada de trabalho de 8 horas diárias.

Quando surgiu o ponto eletrônico?

O ponto eletrônico foi instituído no Brasil somente no ano de 1989, então, apesar de terem se passado cerca de 30 e poucos anos de lá para cá, ainda é considerada uma tecnologia recente, visto que muitas empresas não possuem esse dispositivo. Antes disso, eram usados livros ponto em que o funcionário assinava a cada chegada ou a cada saída da empresa, como no exemplo mencionado anteriormente.

A CLT, Consolidação das Leis Trabalhistas, sobre o ponto eletrônico diz o seguinte:

Lei 7.855, de 24/10/1989, Art. nº 41

Em todas as atividades será obrigatório para o empregador o registro dos respectivos trabalhadores, podendo ser adotados livros, fichas ou sistema eletrônico, conforme instruções a serem expedidas pelo Ministério do Trabalho.

Lei 7.855, de 24/10/1989, art. 1º (Nova redação ao artigo).

Parágrafo único – Além da qualificação civil ou profissional de cada trabalhador, deverão ser anotados todos os dados relativos à sua admissão no emprego, duração e efetividade do trabalho, a férias, acidentes e demais circunstâncias que interessem à proteção do trabalhador.

O ponto eletrônico é obrigatório?

E sobre a obrigação do ponto eletrônico? O que a Lei diz sobre isso? Como você deve bem saber, principalmente se já trabalhou em mais de um ou dois lugares, muitas empresas nem sequer utilizam livro ponto, quem dirá um sistema de ponto eletrônico. Isso é comum principalmente nas empresas de pequeno e médio porte, sendo a tecnologia mais presente em empresas com multisetores.

Bem, apesar de muitas empresas não cumprirem essa Lei, a CLT diz na mesma Lei nº 7.855 de 24/10/1989, que o ponto eletrônico é obrigatório para todas as empresas que possuam mais de 10 funcionários. Seja uma padaria ou uma lan house: se a empresa tiver, no mínimo 10 colaboradores, o ponto é realmente uma tecnologia obrigatória e que deve ser utilizada.

Como funciona o ponto eletrônico?

A sua dúvida era sobre o que é ponto eletrônico e como funciona. A sua primeira dúvida já foi respondida, agora, vamos para a segunda. E como funciona o ponto eletrônico? Como visto anteriormente, ele deve ser utilizado em toda chegada e saída de funcionário, e ponto funcionar via:

  • Cartão: aproxima-se ou passa o cartão na máquina que faz a leitura dos dados do funcionário e registra o horário;
  • Senha: o colaborador escolhe seu cadastro e coloca a senha para marcar seu horário;
  • Biometria: sistema mais avançado que permite praticidade, bastando encostar o dedão no sensor biométrico;
  • Reconhecimento facial: ainda mais avançado, funcionado via sensor como o modelo anterior.

Agora que já sabe o que é ponto eletrônico e como funciona, busque implementar em sua empresa ou solicite ao seu setor de RH. Até a próxima!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.