Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Criação de Blogs Profissionais e Redes Sociais.

Tutoriais Blogger Thaís Correa

Onboarding: saiba qual a sua importância

A contratação de um novo funcionário se torna algo mais tranquilo para uma organização quando a estratégia do onboarding é implementada, afinal, trata-se do processo de integração deste novo membro à equipe.

Contratar um colaborador é uma grande responsabilidade, porém, uma das atividades mais importantes do RH. Essa tarefa exerce grande peso porque uma admissão acertada ajuda o negócio a crescer.

Deste modo, podemos até mesmo dizer que se trata de uma atividade complexa que depende de vários aspectos. Por isso, qualquer erro pode gerar impactos negativos e provocar, entre outros problemas, queda na produtividade da companhia.

Mas se existir um planejamento e estratégias bem delineadas, torna-se mais fácil escolher o novo colaborador. 

O que significa que o processo não termina quando ele é contratado, pelo contrário: o RH precisa providenciar sua integração.

É aqui que entra o onboarding, ajudando no processo de admissão e garantindo que o novo colaborador se sinta acolhido e satisfeito em seu novo emprego. Mesmo porque, uma desistência precoce, também gera gastos.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar a importância do onboarding, seu conceito, suas características e os benefícios que traz para as empresas. Confira a leitura do texto até o final para saber mais!

Por que o onboarding é importante?

Depois que o novo profissional é contratado, é muito importante integrá-lo à rotina da empresa. Dessa forma, a companhia contribui positivamente com seu próprio clima organizacional e evita que os novos contratados desistam da vaga.

Por isso, essa prática precisa ser uma das maiores preocupações do setor de Recursos Humanos (RH) de uma empresa de limpeza de estofados ou qualquer outra.

Por meio dela, entre outros resultados, a companhia é capaz de reter talentos de alto desempenho, algo que muitas companhias priorizam.

As corporações costumam atrair as pessoas oferecendo salários acessíveis e excelentes benefícios, mas é um pouco mais difícil determinar elementos abstratos, como boa relação com os gestores, por exemplo.

Por essa razão, é muito importante estabelecer uma estratégia, uma vez que esses atributos retém os talentos, assim como o salário e os benefícios.

Por meio do onboarding, a corporação cria uma base sólida para diferenciar as características intangíveis que diferenciam a empresa de seus concorrentes no mercado, atraindo os profissionais mais talentosos.

Se você comparar diferentes organizações do mercado, vai perceber que os valores e culturas são diferentes.

Nesse sentido, é fundamental considerar o engajamento dos candidatos com esses aspectos porque ele define o quanto estão dispostos a executar suas atividades.

Ademais, se a empresa utiliza as estratégias de onboarding para estimular o engajamento, consegue manter os novos colaboradores por muito mais tempo.

Essa estratégia ainda pode ser utilizada para engajar os profissionais porque o engajamento e a motivação são seus principais objetivos.

Mas o onboarding também ajuda a embasar a cultura organizacional e a estreitar o relacionamento dentro do ambiente organizacional.

Se os funcionários de um fabricante de bateria de moto 7 amperes são envolvidos com a meta da corporação, então são mais produtivos e rentáveis.

Também é por meio do onboarding que uma corporação educa e expõe aos seus empregados as medidas organizacionais.

Para isso, uma recomendação é que eles façam reuniões com seus líderes e recebam instruções relacionadas a como agir e como evitar erros na realização das tarefas.

Por fim, o onboarding é importante para diminuir os índices de turnover, ou seja, a rotatividade de funcionários dentro da corporação. Se o colaborador se sente pertencente à empresa, o vínculo entre eles é muito mais forte.

Para compreender um pouco mais a importância dessa prática, no próximo tópico, você vai entender o seu conceito.

Mas, qual o conceito de onboarding?

Chamamos de onboarding um processo utilizado para integrar o novo colaborador à empresa, sua equipe, cultura organizacional e tarefas. O objetivo é garantir que ele se adapte e permaneça mais tempo na corporação.

O processo de integração garante que os funcionários, por exemplo, de uma empresa de instalação de piso vinílico, obtenham os conhecimentos, habilidades e comportamentos adequados para se integrarem à equipe, por meio de etapas como:

  • Orientação;
  • Supervisão;
  • Acompanhamento;
  • Treinamento.

Dentre as principais características do onboarding está o fato de que ele precisa começar logo após a contratação, pois durante essa fase o profissional está empolgado, engajado e deseja mostrar um bom trabalho.

Por isso, ao mesmo tempo se mostra mais aberto para receber orientações e se adaptar à companhia. Ademais, esse processo só deve terminar quando o profissional já se sentir à vontade em sua função.

É por essa razão que esse trabalho exige um bom planejamento por parte do RH, visto que ele estabelece práticas para motivar os novos funcionários, desde o primeiro dia de trabalho.

Se você parar para pensar sobre o papel do onboarding dentro de qualquer ambiente empresarial, como uma oficina de conserto de parachoque de plástico, vai perceber que ele é uma estratégia de gestão de pessoas fundamental.

Mesmo assim, ainda existem empresas que ignoram essa prática e acabam fazendo apenas uma apresentação rápida e nada mais.

Se sua companhia vai pelo mesmo caminho, saiba que está cometendo um erro grave, visto que o mercado está cada vez mais competitivo e as empresas estão em busca dos melhores profissionais.

Vantagens deste processo de integração

Em vista de tudo o que já falamos até aqui, não é difícil imaginar as vantagens que o onboarding pode oferecer para a sua empresa. Mas se ainda tem alguma dúvida, as que mais se destacam são:

1 – Reduz as taxas de rotatividade

A rotatividade, também conhecida como turnover, diz respeito à quantidade de pessoas que são contratadas e demitidas de uma empresa.

Quando ela está muito alta, a organização perde muito em produtividade, pois para que o novo funcionário produza tanto quanto os antigos, é necessário tempo.

Além disso, se o turnover também é alto, os lucros do negócio são mais baixos, principalmente tendo em vista os gastos necessários com treinamento e capacitação de novos colaboradores.

No entanto, por meio do onboarding, uma loja de tapete sala de jantar expõe suas metas, cultura e outros fatores organizacionais vitais para que o novo profissional saiba quem é a empresa.

2 – Reter bons talentos

Imagina o quanto deve ser difícil para um profissional que acabou de ser contratado precisar descobrir quais são suas tarefas, como agir e as regras que precisa seguir.

Apesar de ser uma situação ruim e até constrangedora, diversas companhias deixam seus novos colaboradores praticamente nessa situação. Mesmo que eles permaneçam algum tempo, pode ter certeza de que vão procurar outras vagas compatíveis com seu perfil.

Para evitar essa situação, além de oferecer boas cadeiras para escritório, é muito importante investir em onboarding. Suas ações apresentam a empresa como se deve ao novo funcionários e deixa claro o que ele precisa fazer, integrando-o de fato.

3 – Aumenta o conhecimento de cultura

Algo que esse processo visa é educar os novos contratados sobre a cultura e a organização do seu negócio para que eles adotem comportamentos adequados e realizem ações que estão de acordo com os valores defendidos.

Os profissionais se sentirão mais preparados para realizar suas atividades e entram sabendo o que precisam fazer, o que melhora os resultados e seu desempenho logo no início.

4 – Garante boa integração

Qualquer indivíduo se sente muito mais motivado em seu ambiente de trabalho se estiver integrado ao restante da equipe. É por isso que uma empresa de impressora de crachá investe em onboarding.

Por outro lado, um recém-contratado pode se sentir desconfortável e sentir muitas dificuldades se não estiver integrado.

É por esse motivo que a corporação pode criar um dia exclusivo para integrar os novatos, por meio de encontros que promovam a aproximação de maneira natural.

5 – Aumenta a motivação

Sabemos que é normal que a pessoa se sinta insegura e ansiosa diante de um novo emprego, afinal, vai conhecer pessoas novas e assumir novas responsabilidades. Por essa razão, a empresa precisa fazer com que esse momento seja o mais tranquilo possível.

É vital conhecer seus valores, cultura e outras características, com o objetivo de fazer com que o novo contratado de um fabricante de etiqueta de validade personalizada se sinta parte da equipe rapidamente.

Como resultado, terá funcionários mais motivados e dispostos a enfrentar os desafios que separam a companhia de seus objetivos.

Conclusão

Começar em um novo emprego não é um desafio apenas para o colaborador, mas também para a empresa, afinal, existe novidade para todos nesse contexto.

Por isso, é muito importante preparar o novo ambiente de trabalho e fazer com que o profissional se sinta à vontade. É dessa forma que ele vai mostrar seu potencial e a organização vai entender um pouco mais sobre seu trabalho.

O melhor caminho para isso é o onboarding, e neste artigo, você pôde conhecer um pouco mais sobre seu conceito e sua importância. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.