Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Criação de Blogs Profissionais e Redes Sociais.

Guest Post Gustavo

Com o aumento do combustível, é preciso rever os hábitos no trânsito para diminuir os gastos.

Nesta última semana de setembro, a Petrobras anunciou mais um aumento no preço do combustível. Com a alta da inflação, salários reduzidos e mais de 14 milhões de brasileiros desempregados, economizar virou palavra de ordem no dia a dia do consumidor.

O impacto pode ser sentido em todos os setores da economia, uma vez que o combustível é utilizado nos principais meios de transporte, refletindo em inúmeros campos da sociedade, como alimentação, passagens aéreas, fretes, entre outros serviços.

E, pensando em oferecer uma assistência ao motorista em momentos de alta dos preços, separamos 7 dicas que irão te ajudar a economizar combustível. Confira abaixo cada passo para manter seu possante nas ruas, mas diminuir as visitas aos postos.

Mantenha velocidade constante

Seguir em velocidade estável é fundamental para evitar o desperdício, visto que as acelerações e arrancadas costumam consumir mais combustível. Por isso, deixe o pé mais leve no acelerador e evite dirigir acima do permitido, assim você economiza e não recebe multas por infrações de trânsito.

Se estiver tudo parado logo à frente, procure diminuir a velocidade gradualmente, ao invés de acelerar e parar o veículo total e bruscamente. Ou seja, mantenha a velocidade constante e o veículo em movimento o máximo possível, diminuindo e acelerando um pouco em cada situação.

Calibre os pneus

Os modelos de automóveis mais modernos possuem indicadores no painel informando o motorista a respeito da calibragem dos pneus. Eles precisam estar cheios para que o carro rode em segurança, já que eles contribuem para manter o veículo estável na pista.

Ao andar com pneus vazios, o carro consome mais combustível, além de acelerar o processo de degradação da borracha, principal material na fabricação do produto. Portanto, o motorista deve fazer visitas frequentes ao posto ou mecânica para mantê-los calibrados.

Caso seu veículo não possua indicadores do nível de calibragem dos pneus, procure enchê-los a cada 15 dias se utilizar o carro com frequência. Agora, se o veículo ficar mais encostado na garagem, a dica é calibrar os pneus 1 vez por mês.

Quando for calibrar, é importante que os pneus do automóvel estejam frios, condição em que as partículas de ar dentro deles ficam mais estáveis, fazendo com que a calibragem seja mais eficiente.

Portanto, o ideal é rodar no máximo 3 km para chegar ao local onde serão calibrados, porém, se precisar rodar mais, o indicado é colocar 2 a 4 psi a mais do que o normal para o seu veículo.

Mantenha o carro leve

Quanto mais pesado o veículo transitar, mais combustível ele irá gastar para conseguir rodar. A dica é deixá-lo o mais leve possível, para isso, tire itens que não sejam necessários durante o dia a dia, como objetos no porta-malas e nos bancos traseiros. Deixe apenas o essencial para sua segurança e de todos os passageiros, como cadeiras para crianças.

Evite ligar o ar-condicionado

O ar-condicionado é um dos grandes vilões da economia, seja em casa ou no carro, o equipamento costuma gastar e contribuir para o rombo no orçamento dos consumidores. Se o objetivo é economizar combustível, a dica é mantê-lo desligado e ligar apenas em momentos de extrema necessidade.

Prefira usar roupas leves no veículo e mantenha as janelas abertas enquanto o carro estiver em movimento. Assim, é possível deixar o interior mais fresco, evitando o desperdício causado pelo ar-condicionado.

Manutenção em dia

A manutenção em dia contribui para que o motor do veículo consuma menos combustível, evitando gastos desnecessários. Fazer a troca de óleo, checar os filtros de ar e demais componentes ajuda a aumentar sua vida útil, diminuindo os riscos de apresentar outros problemas que possam comprometer ainda mais o orçamento.

Troca de marchas

Estender muito as marchas é prejudicial para o veículo e acelera o consumo de combustível. Por isso, o ideal é realizar a troca das marchas um pouco antes do veículo chegar ao limite da opção anterior. Com a baixa rotação do motor e aceleração gradual, é possível economizar e manter o veículo em condições mais favoráveis ao uso.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.