Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Criação de Blogs Profissionais e Redes Sociais.

Guest Post Henrique

Quais as principais criptomoedas do mercado?

Veja quais são as principais moedas digitais da atualidade e como cada uma delas funciona. 

Não faz sentido apostar o seu dinheiro em um investimento desconhecido, que não se sabe os ganhos e riscos por trás dele. O mesmo raciocínio, claro, deve valer para as moedas digitais. Quem já está à procura de uma exchange precisa entender o mínimo sobre criptomoedas. 

Promissoras, as criptomoedas tiveram um aumento de interesse e valor exponencial nos últimos anos. Portanto, estar informado sobre esses ativos digitais é fundamental para quem busca por investimentos. Então, confira agora quais são as principais criptomoedas do mercado.

Bitcoin (BTC)

A criptomoeda mais famosa da atualidade é também a mais cara. Criada em 2008, o bitcoin nasceu como uma resposta à crise financeira mundial da época, como uma ideia de substituir o dinheiro físico sem precisar da intermediação de bancos nas transações financeiras. A ideia é que a transição seja feita apenas entre as partes interessadas, de um ponto a outro (peer-to-peer).

O código do bitcoin é fechado e muito complexo. Suas aplicações são protegidas por criptografia, verificadas por um grupo de usuários da rede (os chamados mineradores) e gravadas no blockchain, uma espécie de livro-razão virtual.

Assim como uma moeda física, a cotação da criptomoeda funciona com base na lei da oferta e da demanda. Por ser uma moeda tão conhecida, seu valor acaba sendo bem alto. E como não há um órgão regulamentando ou lastreando, o bitcoin acaba sendo um ativo muito exposto à especulação.

Valor de cada moeda: R$ 249.859,24 (16 de agosto), com valor de mercado por volta de US$ 1 trilhão.

Ethereum (ETH)

De código aberto, o ethereum é uma plataforma para a criação de contratos inteligentes (smart contracts). O nome da moeda é, na verdade, Ether. 

Da mesma forma que o bitcoin, o ethereum pode ser comprado sem uma instituição financeira intermediária. Todas as transações são validadas e criptografadas no blockchain. A grande diferença é que o ethereum quer levar o blockchain e os contratos inteligentes para “tudo” que pode ser programado. O ETH é comumente utilizado para transferências internacionais, comprar produtos e diversificar investimentos.

Valor de cada moeda: R$ 17.345,31 (16 de agosto), com valor de mercado de aproximadamente US$ 250,5 bilhões. 

 

Ripple (XRP)

Ripple é um protocolo (ou rede de pagamentos) de código aberto por onde seu token ou moeda (XRP) é distribuída. Criada pela empresa Ripple, a criptomoeda existe com o objetivo de “libertar” os usuários das instituições financeiras tradicionais e de suas cobranças, como juros, taxas e encargos.

Apesar de trabalhar com peer-to-peer, a XRP utiliza um blockchain próprio, chamado de XRP Ledger. Ele valida os tokens criptografados e é desenvolvido por uma vasta comunidade global.

O mais interessante é que a ripple permite a transferência transparente de qualquer moeda, tanto as físicas (dólar, euro, real) quanto as virtuais. Mas ao contrário das outras moedas, a XRP não é descentralizada, e sim controlada pela Ripple. Os desenvolvedores ficam com 60% do ativo.

Valor de cada moeda: R$ 6,82  (16 de agosto), com valor de mercado de, aproximadamente, US$ 61,6 bilhões.

Dogecoin (DOGE)

Inspirada em um meme — o Doge, um cachorro Shiba Inu —, a dogecoin nasceu em 2013, como uma piada entre os usuários. A criptomoeda ainda não é muito usada em aplicações comerciais, mas, sim, como sistema de gorjeta na internet. 

Além de ter o código aberto, a DOGE foi criada para facilitar o acesso dos investidores iniciantes. Por isso, é fácil encontrá-la em corretoras ou sendo utilizada em investimentos.

Atualmente, é uma das criptomoedas mais em conta para quem deseja comprar com moeda brasileira. Além disso, desde sua criação, vem crescendo rapidamente.

Valor de cada moeda: R$ 1,75  (16 de agosto), com valor de mercado por volta de US$ 51,5 bilhões.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.