Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Criação de Blogs Profissionais e Redes Sociais.

Guest Post Henrique

Moda sustentável: como evitar compras compulsivas?

Saiba o que é o conceito, aprenda a comprar somente o necessário e deixe o consumismo de lado

O mercado da moda é conhecido pelo curto ciclo de vida dos produtos, uma vez que novas roupas são apresentadas a cada estação e, com isso, peças da coleção anterior são descartadas — ainda que estejam conservadas — simplesmente por não estarem mais na moda.

Além disso, trata-se de uma das indústrias que mais poluem o meio ambiente, desde as etapas iniciais de fabricação até o descarte do produto. Devido à necessidade de encontrar alternativas para que o setor não agrida a natureza, surgiram as marcas sustentáveis.

Essas empresas têm como base a moda sustentável, que visa a preservação do meio ambiente no que se refere às etapas de produção, além de buscar diminuir a quantidade de poluentes utilizados na fabricação dos produtos e a retirada de matérias-primas da natureza.

No entanto, além da reformulação do mercado da moda, também é importante que os consumidores mudem seus hábitos de compra para que o objetivo da moda sustentável seja atingido.

Como mudar os hábitos de compra?

O consumo consciente de roupas pode mudar a relação com o meio ambiente e com a moda. Todas as escolhas de consumo do cotidiano, das mais simples às mais complexas, impactam o planeta de alguma forma.

De acordo com a Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA), a indústria têxtil é uma das quatro indústrias que mais utilizam recursos naturais e gastam com água. Produtos químicos para lavar as peças também fazem parte dos prejuízos causados ao planeta.

Veja abaixo algumas dicas de como aderir à moda sustentável e contribuir para a preservação do meio ambiente. 

Compre em brechós

Os brechós são ótimas opções de consumo consciente de roupas, pois promovem a reutilização das peças. Além disso, há brechós para os mais variados estilos, dos mais acessíveis aos mais caros e dos mais básicos até os mais modernos. 

Lave menos roupas

De acordo com algumas pesquisas, a lavagem é responsável por 60% a 80% do impacto ambiental total de uma peça, além de diminuir seu tempo de vida útil. Por esse motivo, só lave suas roupas quando realmente houver necessidade.

Organize seu armário regularmente

Ao manter suas roupas organizadas, você percebe o que realmente usa e o que pode ser doado a alguém ou vendido a um brechó. Além disso, essa prática também estimula o hábito de transformar roupas usadas em novas a partir da customização das peças.

Priorize peças duráveis

Um dos maiores hábitos de quem adere ao consumo consciente de roupas é adquirir peças com uma vida útil maior em vez de roupas que se desgastam na primeira lavagem. Dessa forma, priorize a qualidade e não a quantidade. 

Descarte corretamente

Tenha em mente que algumas peças podem levar muitos anos para se decompor, sendo assim, é preciso evitar ao máximo o descarte. No entanto, caso precise fazê-lo, faça corretamente — ou seja, procure pelo posto de coleta mais próximo.

Como evitar compras compulsivas?

A compulsão por compras é um transtorno de impulso. Nele, a pessoa possui o desejo incontrolável de comprar algo, ainda que não seja necessário adquirir a peça.

Essa compulsão gera um prazer passageiro que logo é substituído pelo sentimento de culpa por ter realizado a compra e quebrado a promessa que havia sido feita consigo mesmo.

Veja algumas dicas que podem ajudar bastante a lidar com a compulsão por compras abaixo. 

  • Saia de casa com o dinheiro necessário para suas despesas diárias e, se possível, sem cartões de crédito;
  • Se for necessário, considere a possibilidade de cancelar os cartões por um tempo;
  • Não pegue cartões de terceiros e nem peça dinheiro emprestado para alimentar sua compulsão;
  • Evite passar por muitas lojas quando estiver muito triste ou muito feliz;
  • Antes de comprar, aprenda a se questionar e pense no sentimento que te aflige depois da compra.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.