Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Criação de Blogs Profissionais e Redes Sociais.

Marketing Digital Diego Bini

Marketing para clínicas: saiba como se comunicar com o seu público

Ter destaque na área médica e alta procura de serviços médicos são dois dos principais objetivos de uma clínica médica. Existe um conjunto de fatores que faz com que o nome de uma instituição do tipo seja lembrado ao procurar por serviços médicos no Google. Saber como dominá-los é vital para uma boa estratégia de marketing para clínicas.

Esse conjunto de fatores é chamado de marketing médico e o investimento nessa estratégia de marketing hoje é fundamental para o sucesso de uma clínica. Reunimos aqui algumas dicas de marketing para clínicas e algumas formas de atrair clientes e criar um relacionamento de excelência.

Acompanhe a leitura para saber mais!

5 pontos sobre marketing para clínicas a compreender

1. Marketing médico

O marketing médico é um conjunto de estratégias de marketing voltadas para serviços e produtos médicos. O objetivo desse tipo de marketing é a divulgação dos serviços para determinado público-alvo, além de ferramentas para se conhecer esse público, atraí-lo, fidelizá-lo e estratégias para se obter informações sobre o atendimento, para implementar melhorias.

Nos tópicos a seguir, listamos as principais ferramentas e estratégias de marketing para clínicas. Antes de conhecer mais sobre o marketing médico, é importante saber sobre o Código de Ética Médica estabelecido pelo Conselho Federal de Medicina, para saber o que pode e o que não pode fazer em divulgações, propaganda e estratégias de marketing médico.

2. Público-alvo

Conhecer o público-alvo possibilita saber quais as melhores estratégias de marketing para sua clínica. O perfil levantado também ajuda a escolher os melhores canais e até mesmo a melhor forma de se comunicar com o cliente. Nesse levantamento, são pesquisados dados como interesses, idade, faixa de renda, gênero, região de residência e de trabalho, entre outras informações relevantes.

Hoje, com as redes sociais, é possível inclusive levantar dados como perfil de consumo, locais que o público gosta de frequentar e até mesmo posturas políticas. Muitas estratégias de marketing consistem em utilizar esses dados, traçando perfis e tendências de consumo de determinado público.

Um exemplo de marketing direcionado para determinado público-alvo são as possíveis ações para a clínica de recuperação Viver Sem Drogas. Ao se analisar dados sobre o consumo de substâncias psicoativas no Brasil, por exemplo, é possível conhecer informações importantes sobre o público-alvo e estabelecer boas estratégias de marketing.

3. Tecnologia

Para se falar em marketing, é indispensável mencionar as ferramentas tecnológicas como grande aposta e investimento na área. O cenário atual demanda por novas formas de interação, atendimento, diagnóstico e outros serviços virtuais. A pandemia causada pelo novo coronavírus, por exemplo, demandou o aumento em larga escala de recursos de telemedicina em geral no Brasil.

Hoje, os canais de atendimento também estão dentro desses recursos tecnológicos. A presença da empresa em redes sociais e canais como Instagram, Facebook e Whatsapp é obrigatória para visibilidade do negócio. É importante lembrar que a resposta de atendimento deve ser rápida, em linguagem cordial e as informações devem ser completas e precisas. Uma pesquisa de satisfação também possibilita ter retorno imediato sobre a qualidade do atendimento e a implementação de rápidas melhorias e adaptações. Nesses canais, os clientes buscam pelo endereço, horários de atendimento, serviços disponíveis, preços e até mesmo o agendamento de consultas e exames, pelo Whatsapp, por exemplo.

4. Divulgação

A divulgação dos serviços médicos é uma das formas mais importantes para se atrair e fidelizar clientes. A criação de sites com informações sobre a clínica e seus serviços, formas de contato, agendamento online de consultas, direcionamento para os canais de atendimento e redes sociais, além da atualização constante de blogs com textos informativos e campanhas de saúde, conscientização e prevenção são algumas das possibilidades. Apostar na identidade visual do site, com uma estética leve e agradável, com funcionalidades intuitivas e responsivas, que possam ser acessadas de computadores e de smartphones também é um importante diferencial.

Utilizar o Google Meu Negócio e mantê-lo sempre atualizado, cadastrando o endereço, contatos, canais e redes sociais da clínica, respondendo as dúvidas dos usuários ajuda na divulgação e dá destaque e engajamento para a empresa nos mecanismos de pesquisa.

As redes sociais também são importantes meios para se realizar campanhas de saúde, promover debates com o público. Uma boa forma de se gerar engajamento é convidar profissionais de diversas áreas da saúde, em especial os que tenham bastante influência nas redes, para a realização de debates, lives, vídeos com orientações, interações nos stories por meio de perguntas e respostas, entre muitas outras possibilidades.

5. Atendimento

A maior ferramenta de marketing de uma empresa é, sem dúvida, a qualidade de seu atendimento e de seu serviço. Um cliente que tem uma boa experiência na clínica, desde a recepção, com atendentes cordiais, uniformes alinhados, ambientes confortáveis e receptivos, profissionais experientes e empáticos, certamente fará questão de divulgá-la para amigos e familiares.

Apostar em variadas estratégias de marketing para clínicas é a melhor forma de se impulsionar o relacionamento com os clientes. O que você achou dessas dicas? Quais você já utiliza em sua clínica? Comenta a seguir!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.