Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Criação de Blogs Profissionais e Redes Sociais.

Guest Post Monica Godinho

Entenda a moda do unboxing nas redes sociais

Viral das plataformas on-line tem relação com instinto e se tornou fonte de renda para trabalhadores da internet.

A possibilidade de compra pela internet por meio do que é chamado de comércio eletrônico, ou e-commerce, revolucionou a forma dos consumidores se relacionarem com as empresas. Pela praticidade, fazer compras pela internet se tornou rotina na vida de muitos.

Melhor que comprar produtos on-line é recebê-los em casa. O momento do fim da espera entre a compra e a entrega é sempre de excitação e ansiedade. É quando vamos, de fato, ver, pegar e testar o produto adquirido pela primeira vez.

Essa sensação de abrir a caixa de algo esperado é acompanhada por tanta animação que gravar vídeos desembalando uma encomenda se tornou moda nas redes sociais há algum tempo. 

A prática, conhecida por unboxing, é realizada por usuários das redes de todas as idades para os mais variados tipos de produtos. O termo vem do inglês e significa, literalmente, desencaixotar ou tirar da caixa.

Origem da tendência

Os primeiros vídeos de unboxing já aconteciam muito antes das plataformas das redes sociais da maneira como conhecemos hoje. A origem da tendência remonta há mais de uma década, e o primeiro vídeo do gênero, que se tem conhecimento na internet, é datado de 12 de junho de 2006. 

Na ocasião, ele mostrava um usuário da plataforma abrindo a caixa de um Nokia E61 que havia adquirido. O vídeo chegou a alcançar 32 mil visualizações, o que era bastante para época. Hoje, porém, os vídeos de unboxing mais populares chegam aos milhões.

Para se ter uma ideia, ainda no YouTube, o mais visualizado da categoria está chegando próximo dos 50 milhões de visualizações. O vídeo em questão mostra o unboxing de brinquedos infantis abertos por adultos, em um canal alemão, especializado em conteúdo para crianças.

Para Pamela Rutledge, diretora da Media Psychology Research Center, na Califórnia, o interesse em ver outras pessoas desencaixotando produtos adquiridos pela internet vem de uma curiosidade primitiva da espécie humana: o desejo de saber o que está escondido atrás de algo.

Rutledge pesquisa, sob uma perspectiva psicológica, como as pessoas interagem por meio das diferentes mídias na sociedade contemporânea. Ela diz não ver um problema na tendência, mas, sim, uma adaptação de nossa espécie em relação ao instinto de curiosidade da vida atual, com suas novas ferramentas.

Análises científicas

Apesar de terem se tornado um tipo particular de viral, os vídeos de unboxing se também são uma estratégia de marketing. Isso porque as redes sociais, já há algum tempo, se consolidaram como plataformas de trabalho para profissionais de diversos setores, inclusive, de empresas já estabelecidas no mercado antes mesmo do advento da internet.

Com um mercado crescente de blogueiras, influenciadores e youtubers, os unboxings, atualmente, são comumente patrocinados por empresas. Isso porque esse tipo de vídeo permite a quem o assiste entender exatamente como o produto vem na caixa, algo que aproxima cliente e marca.

Mesmo aqueles vídeos não patrocinados por empresas podem gerar lucros para trabalhadores da web, já que canais grandes, hosteados em plataformas on-line, conseguem monetizar as visualizações, o que é vantajoso tanto para o produtor do conteúdo, quanto para os seguidores.

Isso porque vídeos não patrocinados também são acompanhados de resenhas dos produtos, sem qualquer tipo filiação com a empresa fabricante. Ou seja, conteúdos de unboxing também se tornaram  uma maneira divertida e curiosa de pesquisar a qualidade dos itens que se deseja comprar.

Podendo ser visto como um fenômeno cultural contemporâneo, o unboxing tem se tornado cada vez mais objeto de estudo de pesquisas acadêmicas. Sharif Mowlabocus, doutor em Mídia e professor da Universidade de Sussex, Inglaterra, tem dedicado parte de sua pesquisa para esse tema.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.